Licenças para construção e reabilitaçãosobem quase 20% até Setembro

26 de dezembro de 2018
As licenças emitidas pelas câmaras para construção e reabilitação de habitações subiram 19,7% nos primeiros nove meses do ano, revela a AICCOPN. Também o consumo de cimento aumentou 3,5% no terceiro trimestre.
O número de licenças de construção nova e reabilitação de habitações emitidas pelas câmaras municipais aumentou 19,7% até Setembro, face ao mesmo período do ano passado, revelou esta quarta-feira, 26 de Dezembro, a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

 A acompanhar o aumento da actividade na construção civil, o consumo de cimento registou um crescimento de 3,5% no terceiro trimestre deste ano, face ao período homólogo. Contudo, face aos três meses anteriores, o consumo desceu 3,1%.

As estatísticas da habitação da AICCOPN mostram ainda que, em Setembro, o novo crédito concedido para aquisição de habitação cresceu 6,9%, em termos homólogos, o menor ritmo dos últimos 49 meses.

 Em termos acumulados, desde o início do ano, e apesar do abrandamento, o novo crédito ainda mantém um forte crescimento, com uma variação de 22,6%, em termos homólogos.

 No que respeita o crédito concedido às empresas do sector da construção e imobiliário registou-se, em Setembro, uma diminuição de 4% em termos homólogos.

 "No final do terceiro trimestre, o valor médio da avaliação bancária na habitação atingiu os 1.205 euros por metro quadrado, valor que traduz um novo máximo, em resultado de um aumento de 6,2% em termos homólogos. Nos apartamentos, assistiu-se a uma subida de 6% para 1.264 euros e nas moradias de 5,7% para 1.111 euros, em termos homólogos", acrescenta o relatório da associação.

Adicionar comentário