Portugal continua no grupo de países da UE com subidas mais fortes nos preços das casas

22 de janeiro de 2019
Os preços das casas em Portugal aumentaram 8,5% no terceiro trimestre de 2018 face ao mesmo período do ano passado. Veja as variações em todos os países europeus, de acordo com os dados do Eurostat.
Depois de terem subido 11,2%, em termos homólogos, no segundo trimestre de 2018, o crescimento dos preços das casas em Portugal desacelerou para 8,5% no terceiro trimestre.

Os aumentos dos preços das casas portuguesas estão assim a desacelerar há dois trimestres consecutivos. Ainda assim, as subidas continuam bem acima das variações do conjunto dos Estados-membros, como é visível no mapa em cima que foi elaborado pelo Negócios com base nos dados divulgados pelo Eurostat na sexta-feira, 18 de janeiro.

Portugal surge a par dos países com taxas de crescimento dos preços mais fortes. Em termos homólogos, os preços das casas no terceiro trimestre aumentaram mais na Eslovénia (15,1%), na Holanda (10,2%) e na Irlanda (9,1%). Apenas a Suécia (-2,1%) e Itália (-0,8%) registaram quedas. Em todos os restantes Estados-membros, os preços das casas subiram.

A média da União Europeia para a subida dos preços das casas, em termos homólogos, manteve-se nos 4,3% no terceiro trimestre, pelo que os preços das casas em Portugal crescem quase ao dobro do ritmo na média europeia.

Fonte: Jornal de Negócios

Adicionar comentário