Portagens no interior vão ter descontos até 40%

A22, A23, A24, A25, A28, A4, A13 e A13-1

26 de fevereiro de 2020
Portagens no interior de Portugal vão ter descontos até 40%
Abrangidas por este desconto estão a A22 no Algarve, A23 no IP e Beira Interior, A24 no Interior Norte, A25 na Beira Litoral e Beira Alta, A28 no Norte Litoral, A4 na subconcessão AE transmontana e Túnel do Marão, A13 e A13-1 na subconcessão Pinhal Interior.
Os preços de sete portagens vão descer segundo contou a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, à RTP. A medida só vai entrar em vigor no terceiro trimestre de 2020, mas a responsável afirma que vai representar uma redução de um quarto na fatura mensal dos portugueses utentes das antigas SCUT (autoestradas sem custos para o utilizador)

Esta medida faz parte de um pacote de propostas para o interior de Portugal, que serão aprovadas em Conselho de Ministros. A redução nas portagens vai custar mais de 100 milhões de euros ao Estado. Abrangidas por este desconto estão a A22 no Algarve, a A23 no IP e Beira Interior, a A24 no interior Norte, a A25 na beira litoral e beira alta, a A28 no Norte litoral, a A4 na subconcessão da AE transmontana e Túnel do Marão, a A13 e a A13-1 na subconcessão Pinhal interior.

“Para que esta medida seja sustentável, nós temos que ir reduzindo gradualmente. A nossa proposta é, no futuro, à medida que o nosso orçamento do Estado consiga acolher, que consigamos trabalhar nesta redução para garantirmos que, de facto, as pessoas têm melhor qualidade de vida neste territórios e estamos naturalmente a privilegiar os territórios do interior, como está no programa do Governo e como ficou inscrito no Orçamento do Estado”, afirmou Ana Abrunhosa à Rádio Renascença.

De acordo com a RTP, o Governo prometeu apoios para os empresários que criem emprego de qualidade no interior do país. A associação empresarial de Castelo Branco, liderada por José Gameiro, disse à televisão pública que 40% de desconto nas portagens pode ser uma importante ajuda para quem reside no interior do país.

José Gameiro sustentou ainda que este desconto vai permitir uma maior competitividade nas empresas, ainda que duvide que este sistema seja eficaz para os moradores dos concelhos servidos por estas autoestradas.


Quem poderá beneficiar dos descontos?

Veículos das classes 1 e 2: Vai depender da utilização mensal das autoestradas por estes veículos. Nos primeiros seis dias é pago o valor integral das portagens; entre o 7.º e o 15.º dia, o desconto é de 20%; a partir do 16.º dia, a redução é de 40%. Quem utilizar a autoestrada 22 dias por mês tem um desconto médio de 20%; quem circular 30 dias por mês tem um desconto médio de 25%, beneficiando os residentes, trabalhadores e visitantes frequentes destes locais.

Veículos pesados de mercadorias e transporte de passageiros: haverá um novo sistema de descontos para estes veículos. O transporte de passageiros vai beneficiar da redução já aplicada às mercadorias (35% se a viagem for de dia; 55% se a deslocação for de noite). Até julho, os descontos para as mercadorias serão de 30% e de 50%, respetivamente. Para aproveitar este benefício bastará ter um identificador eletrónico, em vez de uma certificação do IMT – Instituto da Mobilidade dos Transportes.

Fonte: jornaleconomico.sapo.pt

Adicionar comentário