Galp quer massificar energia solar em Portugal

Para multiplicar a utilização de painéis solares no mercado nacional

14 de abril de 2021
Galp quer massificar energia solar em Portugal
A empresa do Grupo Galp ei - Energia Independente, especializada no autoconsumo solar fotovoltaico, acaba de lançar uma campanha multimeios de âmbito nacional intitulada 'Diz ei'.
O objetivo é contactar de forma massificada as famílias e as empresas portuguesas, com uma estratégia que cruza informação e pedagogia para uma nova realidade: o autoconsumo solar como fonte de energia limpa, sustentável e rentável para os utilizadores e à medida de cada um.

Desde que iniciou a sua atividade em Portugal, em outubro de 2020 numa fase Beta inicial, a Energia Independente suscitou forte adesão dos consumidores, atingindo cerca de 1000 vendas desde o seu lançamento.

Capitalizando em cima de um forte crescimento do mercado, a nova base de clientes permitiu uma rápida curva de crescimento. O resultado: a otimização de propostas personalizadas e um acompanhamento que assegurem que os clientes compreendem o processo tendo visibilidade da poupança desde o momento da instalação dos painéis.

“O setor energético em Portugal, como acontece um pouco por toda a Europa, está a viver um dos momentos de mudança mais importantes da história. A Energia Independente aspira a liderar a transição energética a um modelo mais sustentável e descentralizado, no qual os clientes podem gerar e gerir a sua própria energia”, salienta Ignacio Madrid, CEO da ei.

Uma ideia partilhada por Susana Quintana-Plaza, administradora executiva da Galp com o pelouro das Renováveis e Novos Negócios. “A ei é mais uma aposta que vai ao encontro do compromisso da Galp com um mundo mais eletrificado e sustentável. É uma empresa que cumpre os 3 Ds da energia – descarbonização, descentralização e digitalização – e que oferece aos clientes soluções de energia verde personalizadas, permitindo-lhes não só poupança como que se tornem agentes ativos da transição energética”, diz, sublinhando por isso a “importância de massificar esta mensagem e este desafio junto dos portugueses de forma a que possam beneficiar de eletricidade verde mais acessível”.

Com início a 14 de abril, e presença prevista nos meios mais relevantes até ao final de 2021, a campanha foi desenvolvida pela agência Isobar e contou com a produção da Jupiter Films.

Adicionar comentário