Energia: consumo aumenta 4% em novembro

Dados divulgados pela ADENE - Agência para a Energia

31 de dezembro de 2021
Energia: consumo aumenta 4% em novembro
Já foram divulgados os valores referentes ao mês de novembro no que concerne ao consumo de energia. O regresso ao trabalho teve como reflexo o aumento do consumo de eletricidade no setor dos serviços – 7,1% quando comparado como o período homólogo do ano passado. Seguiu-se o setor doméstico (+4%) e os transportes (+3,5%). Já a indústria ficou quase inalterável (subiu apenas 1,7 por cento), enquanto a agricultura registou um crescimento nulo.
Segundo a ADENE o regresso ao trabalho presencial explica o aumento do consumo no setor dos serviços face a 2020 e as temperaturas baixas registadas durante o mês de novembro provocaram um aumento no consumo de eletricidade para aquecimento no setor doméstico.

Já o gás natural embora também tenha registado um aumento no consumo este foi muito mais tímido – apenas 1,7%. Importante referir, no entanto, o decréscimo de 3,5% na indústria, contrabalançado pelos aumentos 2,9% e 7,4% nos setores doméstico e de serviços, respetivamente.

Quanto ao consumo de produtos de petróleo o maior aumento – 169,8% - foi registado pelo jet fuel (diga-se aviação), seguido dos transportes marítimos (41,9%). Já o gasóleo rodoviário e a gasolina tiveram aumentos ligeiros – 21,1% e 4% respetivamente.

Os dados divulgados foram definidos tendo por base estimativa rápidas da DGEG e dizem respeito a Portugal (Continente e ilhas), sendo que, o setor dos serviços não inclui a iluminação pública.

Fonte: oinstalador.com

Adicionar comentário