Construir casas novas ficou 8,5% mais caro em Portugal

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)

6 de janeiro de 2022
Construir casas novas ficou 8,5% mais caro em Portugal
Este valor representa uma subida de 1,2 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior, sendo que os preços dos materiais dispararam para 9,4% (8,9% no mês anterior) e o custo da mão de obra aumentou 7,3% (5,2% em outubro).
Os custos da construção em Portugal registaram um aumento da variação homóloga em 8,5%, o que representou um crescimento de 1,2 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior, de acordo com os dados do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta quinta-feira, 6 de janeiro.

Por sua vez, os preços dos materiais dispararam para 9,4% (8,9% no mês anterior) e o custo da mão de obra aumentou 7,3% (5,2% em outubro), enquanto o custo dos materiais contribuiu com 5,4 p.p. para a formação da variação homóloga (5,1 p.p. em outubro) e a componente mão de obra com 3,1 p.p. (2,2 p.p. no mês anterior).

Em relação à variação mensal no mês de novembro foi de 1,6%, com os custos dos materiais e da mão de obra a terem aumentos de 0,8% e 2,8%, respetivamente, sendo que estas duas componentes contribuíram com com 0,5 p.p. e 1,1 p.p., respetivamente, para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN (0,5 p.p. e 0,2 p.p. em outubro, pela mesma ordem).

Fonte: jornaleconomico.sapo.pt

Adicionar comentário