Bombas de calor: usar o ar para aquecer e arrefecer

Eficientes e com baixo impacto ambiental

5 de abril de 2022
Bombas de calor: usar o ar para aquecer e arrefecer
Ao usar o ar para climatizar uma divisão ou aquecer água, as bombas de calor revelam-se aparelhos muito eficientes e com baixo impacto ambiental.
Trata-se de um equipamento que utiliza a eletricidade para transportar energia. Ou seja, o consumo de eletricidade de uma bomba de calor é usado para transferir energia entre uma fonte quente e uma fria. Daí o termo “bomba de calor”: é uma máquina que “bombeia” calor de um sítio para outro.

Estes equipamentos utilizam a eletricidade apenas para transportar a energia. Já os sistemas de climatização, baseados na produção de energia, consomem eletricidade para gerarem energia. É o caso do radiador elétrico, que usa a eletricidade para emitir calor. Mas a operação de transporte é muito mais eficiente do que a de produção. Esta implica sempre rendimentos inferiores a 100%, ou seja, o consumo de 1 kWh de energia produz 0,9 ou menos kWh, em função do rendimento do equipamento. Com a tecnologia das bombas de calor, é habitual haver aparelhos a apresentarem uma eficiência muito acima dos 100 por cento. Tal significa que o consumo de 1 kWh de eletricidade pode permitir ao aparelho transportar entre 2 e 4 kWh de energia. No caso das bombas de calor ar-ar mais recentes, um 1 kWh de eletricidade consumida permite ao equipamento transportar até cerca de 8 kWh de energia.

É esta capacidade de atingir uma elevada eficiência de funcionamento que converte as bombas de calor em equipamentos muito importantes para reduzir o consumo de energia. Em edifícios com elevada eficiência energética e hídrica, tal pode representar uma redução anual significativa nos custos da eletricidade.

Existem vários, que dependem da fonte de energia utilizada: ar, água ou solo (geotérmica). Em Portugal, as bombas de calor mais comuns são as ar-ar. Nestes equipamentos, a energia é transferida entre duas fontes de ar, ou seja, a energia do ar interior é encaminhada para o exterior ou vice-versa. Destacam-se aqui vários exemplos: os frigoríficos, as máquinas de secar roupa com bomba de calor e os aparelhos de ar condicionado.

Nos últimos anos, começaram a ganhar alguma expressão os equipamentos ar-água: as bombas de calor para produção de água quente sanitária. Nesta versão, a energia presente no ar é transferida para a água de utilização sanitária, o que permite aquecê-la. Existem ainda equipamentos ar-água que são usados para climatizar: esta é feita através de água aquecida ou arrefecida que circula, por exemplo, num piso radiante ou por ventiloconvectores. Estas soluções podem também incluir o aquecimento da água sanitária.

Fonte: deco.proteste.pt

Adicionar comentário