Marrocos é líder em África das centrais de energia limpa

África possui algumas das maiores centrais de energia limpa do mundo

14 de junho de 2022
Marrocos é líder em África das centrais de energia limpa
Marrocos lidera os países do continente africano em termos de centrais de energia limpa, juntamente com o Egipto e a África do Sul, de acordo com a TAQA Net - plataforma de investigação especializada nos mercados de energia.
De acordo com a referida fonte, os países do continente africano competem por projetos de energia solar, numa época em que o continente continua a aumentar as suas capacidades de produção de energia fotovoltaica. África possui algumas das maiores centrais de energia limpa do mundo, devido ao seu enorme potencial em termos de fontes de energia renováveis, como a solar, a eólica e as centrais hidroelétricas.

A referida plataforma identifica algumas das construções mais importantes do continente africano, com especial relevo para a central Noor, de Ouarzazate, em Marrocos. Trata-se da maior central CSP de África, contribuindo para a redução anual de cerca de 800.000 toneladas de emissões de dióxido de carbono (CO2).

Também o acordo para a execução do projeto do parque eólico Jbel Al-Hadid, na região de Essaouira, assinado em janeiro de 2021, com uma capacidade total de 270 megawatts, é alvo de destaque.

É importante assinalar, neste contexto, os esforços de Marrocos para a criação das maiores centrais de energia limpa, com vista a assegurar o acesso de eletricidade a zonas desfavorecidas, apoiar o objetivo mundial de transformação energética para fazer face às alterações climáticas, assim como diversificar fontes de produção de eletricidade para reduzir a dependência dos combustíveis fósseis, considerados a principal causa de poluição no mundo.

Fonte: oinstalador.com

Adicionar comentário